BIOGRAFIA DO PADRE PERIQUITO

Valdivino Borges Junior (Padre Junior Periquito – ou Padre Periquito) nascido aos 31 de outubro de 1980 em Mara Rosa, GO, Registrado em Formoso, GO, criado na fazenda Santa Luzia, município de Formoso, mas sempre frequentava a cidade de Estrela do Norte, GO.  Morei na fazenda até os 16 anos de idade. Mas sempre saindo pra estudar, morando nas cidades de Estrela do Norte aos 11 anos e em Santa Tereza aos 13 anos. Filho de Elindamar Aparecida Borges e Valdivino Bernardo Borges, o quinto de um total de seis irmãos. Meus irmãos são todos casados.

Eu entrei pro seminário no dia 02 de fevereiro de 1997, às 14h, em Uruaçu, Goiás. Depois fui pro Paraná, voltei pra Goiás, em seguida São Paulo e de novo voltei pra Goiás pra ser ordenado diácono e padre. Morei em Rialma por dois anos. Posteriormente, fui transferido pra Mara Rosa, e agora resido em Guarinos, Goiás, onde sou Pároco e Reitor da Paróquia Santuário Nossa senhora da Penha.

Foi em 2008 que comecei a trabalhar com a Missa Para a Cultura Sertaneja. Estava com 20 dias de Padre quando fui substituir um Padre na “Missa Sertaneja” no Muquém, perto de Niquelândia, GO. Depois de presidir a Missa toda em poesia e versos de rimas, comecei a celebrar em todas as paroquias da Diocese de Uruaçu, GO, em seguida no Estado de Goiás e agora no Brasil. A Missa Para a Cultura Sertaneja foi reformulada, e graças a Dom Messias, meu Bispo, é que se tem essa possibilidade de continuarmos com a Nova Evangelização na Igreja Católica: anunciar o evangelho na linguagem de hoje e do povo. 

O nome “Periquito”

Meu avô materno Benedito José da Silva merece menção, pois dele advém toda a história do apelido Periquito. O pai do meu avô comprou uma peça inteira de pano verde e mandou fazer roupa pra todos os filhos e depois de alguns dias, por ocasião de uma festa de casamento, ordenou a todos os filhos que fossem à festa com a roupa mais nova que tivessem, todos foram de verde. Quando chegaram de longe o povo viu todos de verde e disse: lá vem os periquitos. A partir daí, meu avô e seus irmãos passaram a ser conhecidos por esse codinome: Periquitos, Que depois foi passando de geração em geração até hoje, toda a nossa família, os 16 irmãos da minha mae e os mais de 70 primos dela com os mais de 40 netos e mais de 50 bisnetos e mais de 5 tataranetos do meu avô formamos a grande FAMILIA DOS PERIQUITOS. Família alegre e divertida, da qual eu, Padre Periquito, venho com toda a carga histórica que essa família carrega.

Padre Periquito hoje

Conhecido como Padre Periquito, Fui tirador de leite, capinador de roça, roçador de pasto e montador de cavalo. Pertencente à família dos periquitos, comopadre carrego comigo as raízes sertanejas. Hoje celebro Missas para a Cultura Sertaneja em todos os lugares do Estado e do País, e fora do Brasil, já estive em Missões com a cultura sertaneja nos Estados Unidos,e vou aonde for convidado. Faço show sertanejo e abertura de cavalgadas, bênçãos de rodeios. Sempre com o berrante na mão e o chapéu na cabeça, Padre Periquito, espalha o amor de Deus por onde anda, sempre com simplicidade e humildade, mostrando que o amor de Deus por seus filhos está acima de qualquer falha humana. Trago consigo os jargões: “Firma o gorpe”, “Deus que óia”, “Segura Cristão”, “Nois leva a Cruz”, entre outros dizeres próprios dos sertanejos.

RESUMO DA BIOGRAFIA

Padre Junior Periquito, é da Família dos Periquitos, é Padre na Diocese de Uruaçu, Goiás. Foi ordenado Diácono em 07/07/2007 e Presbítero no dia 20/07/2018. 
Nascido em Formoso, Goiás, criado na fazenda, tirador de leite e roçador de pasto, capinador de roça e montador em cavalo. Sertanejo do mato mesmo! Entrou para o seminário aos 17 anos de idade. E depois de estudar por 10 anos e meio foi ordenado Sacerdote. Foi padre em Rialma, depois em Mara Rosa, atualmente é Pároco e Reitor do Santuário Nossa Senhora da Penha, em Guarinos, Goiás. Cuida da ROMARIA DE NOSSA SENHORA DA PENHA, onde organiza diversas cavalgadas e Celebra Missa para a Cultura Sertaneja em todo o Brasil, faz Show Sertanejo.
Já se apresentou com show Religioso no Bote Fé Uruaçu, participa há quatro anos do Canção Nova Sertaneja, na TV Canção Nova. Fez vários Shows em festa de Rodeio, aniversários de cidades, também participando de shows junto com Sergio Reis, Cristiano Araújo, Humberto e Ronaldo, Pedro Paulo e Mateus e outros cantores sertanejos.
Padre Periquito também já foi entrevistado pelo PROGRAMA DO JÔ, na Rede Globo, é apresentador do programa REDE VIDA SERTANEJA no canal REDE VIDA, todas as sextas-feiras às 22h50 e Domingos as 10h00 da manhã, no Canal da Família.  Segura, Cristão!

Missa para a Cultura Sertaneja:

Missa para a Cultura Sertaneja é um projeto de resgate da cultura sertaneja para espaço da fé. O povo sertanejo sempre foi tido como um povo de fé. E nós somos um povo de Deus, que contempla a criação e adora o Criador. Padre Junior Periquito - (Valdivino Borges Junior), residente na diocese de Uruaçu-GO Faz esse trabalho na área sertaneja do nosso Brasil.

Nascido em Formoso, Goiás, criado na fazenda, tirador de leite e roçador de pasto, capinador de roça e montador em cavalo. Sertanejo do mato mesmo! Entrou para o seminário aos 17 anos de idade. E depois de estudar por 10 anos e meio foi ordenado Sacerdote. Foi padre em Rialma, depois em Mara Rosa, atualmente é Pároco e Reitor do Santuário Nossa Senhora da Penha, em Guarinos, Goiás. Cuida da ROMARIA DE NOSSA SENHORA DA PENHA, onde organiza diversas cavalgadas e Celebra Missa para a Cultura Sertaneja em todo o Brasil, faz Show Sertanejo.

Já se apresentou com show Religioso no Bote Fé Uruaçu, participa há quatro anos do Canção Nova Sertaneja, na TV Canção Nova. Fez vários Shows em festa de Rodeio, aniversários de cidades, também participando de shows junto com Sergio Reis, Cristiano Araújo, Humberto e Ronaldo, Pedro Paulo e Mateus e outros cantores sertanejos. Padre Periquito também é apresentador do programa REDE VIDA SERTANEJA no canal REDE VIDA, todas as sextas-feiras às 22h50, no Canal da Família.  Segura, Cristão!

Missa Sertaneja:

Missa Sertaneja é um projeto de resgate da cultura sertaneja para espaço da fé. O povo sertanejo sempre foi tido como um povo de fé. E nós somos um povo de Deus, que contempla a criação e adora o Criador. Padre Junior Periquito - (Valdivino Borges Junior), residente na diocese de Uruaçu-GO Faz esse trabalho na área sertaneja da nossa fé.

Nossos Parceiros

Newsletter

Acompanhe todas as novidades e receba diretamente no seu e-mail

Copyright© 2017 - Padre Periquito - Todos direitos reservados